fbpx

Metallica tem conta do x/twitter hackeada por golpistas de criptomoedas

Está cada vez mais comum no mundo digital de hoje os golpes de criptomoedas, sejam eles no esquema de pirâmide ou mesmo o que aconteceu com a banda Metallica, nos quais golpistas invadiram a conta do X/Twitter da banda.

Os invasores utilizaram a plataforma para promover um token falso baseado na blockchain Solana, denominado $METAL. Este incidente destaca a crescente tendência de ataques cibernéticos envolvendo figuras públicas e marcas famosas.

Os golpistas, com uma habilidade preocupante para simular autenticidade, publicaram uma série de tweets que pareciam oficiais, anunciando uma parceria inexistente com a Ticketmaster e a empresa de tecnologia financeira Moonpay. Eles foram além, compartilhando gráficos profissionais com os logotipos das marcas mencionadas, numa tentativa de legitimar o golpe.

A reação foi rápida, com o presidente da Moonpay, Keith Grossman, desmentindo qualquer envolvimento através de um tweet, afirmando que a Moonpay “NÃO apoia o METAL”. Apesar da rápida intervenção e esclarecimento, o dano já estava feito. O token METAL teve uma valorização rápida, atingindo um pico de $3,37 milhões em valor de mercado, apenas para desabar para $90 mil em questão de horas após o lançamento.

Este não é o primeiro caso de celebridades e bandas sendo alvo de golpes de criptomoedas. Anteriormente, outras bandas de metal como Megadeth lançaram seus próprios tokens de criptomoeda, como o $MEGA Coin, o que talvez tenha contribuído para que alguns fãs acreditassem na autenticidade do golpe.

A conta da banda foi restaurada e os tweets fraudulentos foram removidos. Ainda não houve um comunicado oficial do Metallica sobre o incidente. No entanto, o episódio serve como um lembrete severo da necessidade de vigilância constante nas redes sociais, especialmente quando se trata de criptomoedas e ofertas que parecem boas demais para ser verdade.

Enquanto os ingressos para os shows do Metallica não podem ser adquiridos com criptomoedas, os fãs ainda podem comprar ingressos para os próximos e últimos shows da turnê “M72” na América do Norte através de fornecedores legítimos como o StubHub.

Este incidente é um alerta para a indústria da música e para os fãs em todo o mundo. A segurança cibernética deve ser uma prioridade tanto para as celebridades quanto para os fãs, pois a linha entre o real e o fraudulento pode ser incrivelmente tênue no mundo digital.

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *