fbpx

Paul Di’Anno fala sobre dificuldades de recuperação e lançamento do álbum com Warhorse

Em uma recente entrevista ao The Metal Voice do Canadá, Paul Di’Anno, ex-vocalista do Iron Maiden, discutiu os desafios contínuos que enfrenta em sua recuperação de sérios problemas de saúde. Di’Anno, que tem se apresentado em uma cadeira de rodas durante a maior parte da última década, comentou sobre o progresso de seu tratamento, quase dois anos após uma grande cirurgia no joelho realizada na Croácia.

Di’Anno explicou que o progresso lento é parcialmente sua culpa, devido às interrupções causadas pelas turnês: “A culpa é minha, porque continuamos interrompendo, saindo em turnê. E às vezes temos que fazer isso, porque as contas são astronômicas para cuidados médicos e tal. Na verdade, é mais barato fazer o tratamento na Croácia, porque na Inglaterra você não consegue fazer nada.” Ele também mencionou que as turnês são necessárias para manter sua sanidade mental, apesar de serem fisicamente prejudiciais: “Tenho sido suicida por causa disso nos últimos anos. Não sou uma dessas pessoas que deveria ficar sentado o dia todo.

Quando o entrevistador Jimmy Kay sugeriu que as turnês poderiam ser melhores para a saúde mental de Di’Anno, o cantor esclareceu que elas são prejudiciais para sua saúde física: “Não é bom para mim, porque não estou fazendo fisioterapia ou a drenagem linfática que preciso. Transferir de A para B, para avião e para ônibus e tal, é um pesadelo para minha saúde.”

Di’Anno também falou sobre seu estado de espírito enquanto tenta se recuperar a ponto de poder andar novamente: “Passo muito tempo isolado, especialmente onde moro, porque moro no interior e não recebo muitas visitas. Estive muito doente nos últimos meses, com infecção após infecção, porque peguei pneumonia no ano passado, no México, enquanto fazia fisioterapia após uma turnê.

Ele continuou, explicando que sua batalha contra a sepse em 2015 resultou em mudanças duradouras em sua função imunológica, o que o torna mais suscetível a novas infecções: “Se alguém espirrar em mim, provavelmente vou contrair uma doença grave. Mas é isso que você obtém com a sepse. Ela apenas enfraquece o seu sistema.”

Paul Di’Anno é conhecido por ter gravado dois álbuns clássicos com o Iron Maiden- o álbum autointitulado em 1980 e “Killers” em 1981 – antes de ser substituído por Bruce Dickinson. Desde então, ele liderou várias bandas, incluindo Killers e Battlezone, e lançou vários discos solo.

Em dezembro de 2022, Di’Anno esteve na Croácia, gravando um álbum com seu novo projeto chamado Warhorse. A banda, formada no início daquele ano por Di’Anno e os guitarristas Hrvoje Madiraca e Ante “Pupi” Pupačić, planeja lançar o álbum em julho de 2024 sob o nome Paul Di’Anno’s Warhorse.

A entrevista completa você pode assistir abaixo:

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *