fbpx

Black Sabbath anuncia o box set ANNO DOMINI

Um anúncio há muito aguardado pelos fãs do Black Sabbath finalmente veio à tona. De acordo com a loja de música dinamarquesa iMusic, a BMG definiu uma data de lançamento em 31 de maio para o box set “ANNO DOMINI 1989-1995” dos álbuns do Black Sabbath da era Tony Martin. O box set estará disponivel em formato de 4 LPs e 4 CDs.

O box set contém versões remasterizadas de Headless Cross (1989), Tyr (1990) e Cross Purposes (1994), além de uma nova versão de Forbidden (1995) que o guitarrista Tony Iommi remixou especialmente para a coleção.

Vários álbuns fazem sua estreia em vinil na versão LP de “Anno Domini”, enquanto a versão em CD contém três faixas bônus exclusivas: o lado B Cloak & Dagger e os lançamentos exclusivos para o Japão What’s The Use e Loser Gets All.

ANNO DOMINI retoma a história do Black Sabbath em 1989, duas décadas e múltiplas mudanças de formação na carreira inovadora da banda como criadores do metal. Na época, a adesão havia se solidificado em torno do riffmaster e membro fundador Tony Iommi, do lendário baterista Cozy Powell (Jeff Beck, Rainbow, Whitesnake), do vocalista Tony Martin e do colaborador e tecladista de longa data do Black Sabbath, Geoff Nicholls (Quartz, Bandy Legs).

Um livreto vem com o conjunto com fotos, obras de arte e notas de capa de Hugh Gilmour. A coleção também contém um pôster de Headless Cross e uma réplica do livro de concertos da turnê Headless Cross.

Crédito: Divulgação

A era Tony Martin

Tony Martin uniu-se ao Black Sabbath em um período turbulento para a banda, trazendo um novo fôlego e uma direção única. Sob sua liderança vocal, o grupo lançou seis álbuns, incluindo The Eternal Idol e Headless Cross, que se tornaram clássicos cult entre os aficionados por metal. No entanto, alguns fãs mais ardorosos da banda acabam renegando este período.

A era de Tony Martin no Black Sabbath é frequentemente vista como subestimada. Ao longo dos anos, porém, ganhou um reconhecimento crescente pela sua qualidade e influência no gênero do metal. Iommi mesmo refletiu sobre como demorou para que o talento de Martin fosse plenamente apreciado pelo público e crítica.

Nesta época a banda trilhou um caminho mais voltado para o hard rock em alguns destes lançamentos, flertou com algumas sonoridades mais contemporâneas, mas o peso sombrio, tão característico da banda, foi revigorado.

Para saber mais sobre todo o anúncio, clique neste link aqui

Crédito: Divulgação

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media


Assine nossa newsletter!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.


Últimas notícias

Publicidade