fbpx

Devotos lança novo álbum ao vivo pelo Selo Sesc

A banda Devotos, ícone do punk rock e do hardcore brasileiro, estabelecida em 1988 no bairro Alto José do Pinho, na Zona Norte do Recife, foi recentemente reconhecida como Patrimônio Cultural e Imaterial do Recife, após uma história de 36 anos liderada por Cannibal (voz e baixo), Neilton Carvalho (guitarra) e Celo Brown (bateria).

Em celebração a este título e à contribuição musical e cultural da banda, o Selo Sesc anuncia o lançamento, no dia 25 de maio, do álbum “Sessões Selo Sesc #12: Devotos”, nas plataformas de streaming e no Sesc Digital. O lançamento também marca o retorno da série ao Selo Sesc, cujos álbuns ao vivo perpassam a programação musical da instituição no Estado de São Paulo.
   ‍​‎
O registro documenta 22 faixas captadas durante uma apresentação do trio, ocorrida em 10 de setembro de 2022, no festival “1, 2, 3, 4 — O Punk Segue Muito Vivo”, no Sesc Avenida Paulista.

O evento foi uma celebração ao movimento punk, com diferentes gerações de bandas compartilhando os palcos. Foram dois shows por noite, em sequência, no mesmo espaço. Entre os destaques da programação estiveram “As Mercenárias”, “Devotos”, “Black Pantera e “Flicts”.

O álbum “Sessões Selo Sesc #12: Devotos”, traz a dimensão do que foi aquela noite: do berro de Cannibal no início vociferando “Enquanto pessoas passam fome (Mais armas? não!)” até os versos Me condenaram porque cantei para umbanda / Me condenaram porque minha fé vem de Luanda na Quizumba / Me condenaram porque eu sorri / Me condenaram porque eu chorei / Me condenaram porque minha pele ofusca vocês” da faixa “Nossa História” no final. O que se ouve entre as duas pontas da gravação é aquilo que todo fã da Devotos conhece, acrescido de muita emoção, identidade, resistência e justiça social.

“Esse é o primeiro lançamento da gente depois do título de Patrimônio Cultural e Imaterial do Recife. Esse reconhecimento para nós é uma representação da cultura periférica. As bandas da periferia, dos subúrbios e das favelas. A Devotos é uma referência muito grande aqui dentro do Recife e em outros lugares. Esse título é muito mais do que música. É sobre a arte que transforma. Que é justamente essa transformação que a gente conseguiu dentro da comunidade, de trazer uma autoestima para ela. É um título social muito forte e muito grande”, comenta Cannibal, vocalista e baixista da banda Devotos.

O disco é a segunda compilação ao vivo do grupo. A primeira foi “Devotos: 20 Anos”, um registro comemorativo de duas décadas. A banda já lançou oito álbuns de estúdio: “Agora tá Valendo” (1997), “Devotos” (2000), “Hora da Batalha” (2003), “Sobras da Batalha EP” (2004), “Flores Com Espinhos Para o Rei” (2006), “Póstumos” (2012), “O Fim Que Nunca Acaba” (2018) e “Punk Reggae” (2022).
   ‍​‎
Por mais artes nas periferias, nas escolas, nas praças. Por mais artes em nossas vidas. Vida longa ao Devotos!

Sessões Selo Sesc #12: Devotos

01- Mais Armas Não
02- Nós Faremos Que Você Não Esqueça
03- O Herói
04- Caso De Amor E Ódio
05- Nosso Ninho
06- Vida De Ferreiro
07- A Vida Que Você Me Deu
08- Asa Preta – Luz Da Salvação
09- Monólogo Ao Pé Do Ouvido – Banditismo Por Uma Questão De Classe
10- De Andada
11- Alien
12- Fé Demais
13- Dia Morto
14- Mas Eu Insisto
15- Luta Pacifista
16- Eu Tenho Pressa
17- Tem De Tudo
18- Eu O Declaro Meu Inimigo
19- Nossa História
20- Roda Punk
21- Futuro Inseguro
22- C.O.S.

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media


Assine nossa newsletter!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.


Últimas notícias

Publicidade