fbpx

Kiss vende catálogo, marca e propriedade intelectual para empresa de investimentos Pophouse

A empresa sueca Pophouse acaba de adquirir os direitos sobre a marca, catálogo e propriedade intelectual do Kiss, a Fortune, prestigiada revista do mundo dos negócio, estima que o Kiss esteja recebendo mais de USD 300 milhões pela transação.

Inclusive as maquiagens entraram nessa negociação e outros produtos, aliás, segundo a empresa eles, assim como a banda fazia, manterão a interação com a comunidade de fãs e deverão trazer novos produtos baseados nas tendências que se formarão. “Sempre inovamos na cultura popular e esta parceria garantirá que continuaremos a fazê-lo nos próximos anos”, disse o baixista e cofundador do KISS, Gene Simmons, sobre o acordo.

Johan Lagerlöf, Chefe de Investimentos da Pophouse também declarou nessa nova etapa de construção de novo produtos da banda: “A banda tem sido consistentemente capaz de atrair novas gerações de fãs e nossa missão é cumprir a visão da banda de se tornar imortal e permitir que as novas gerações descubram e façam parte da jornada do KISS e levem-na adiante. Com a ajuda da energia dos fãs, da banda, da nossa experiência e criatividade – faremos essa visão acontecer.”

A primeira dela é a versão avatar da banda que já foi divulgada, após uma prévia do projeto no final da tour de despedida no Madison Square Garden quando os membro em formato de avatares fecahram a noite com a música God Gave Rock And Roll To You.

Segundo o baixista os avatares vão melhorar e ainda falou que estão sendo investidos cerca de 200 milhões de dólares na nova tecnologia.

Venda de catálogo de artista é tendência no mercado

Bruce Springsteen , Paul Simon , Bob Dylan , Stevie Nicks e Neil Young são alguns dos músicos icônicos que recentemente venderam direitos substanciais de suas músicas, seja apenas para publicação ou para as gravações originais, conhecidas como masters. Cindy Lauper também assinou recentemente um acordo com a Pophouse, sendo a primeira fora da Suécia a ter seu catálogo adquirido pela empresa.

A diferença do Kiss para os outros artistas é que a banda de Detroit oferece muito mais que um catálogo musical, com histórias e personagens que poderão ser explorados ainda mais que o lado musical.

Autor

Uma resposta para “Kiss vende catálogo, marca e propriedade intelectual para empresa de investimentos Pophouse”

  1. […] valor não foi revelado, mas estima-se que o Kiss tenha leva 300 milhões de dólares, a banda não vendeu apenas seu catálogo mas também sua marca e direitos de imagens […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media


Assine nossa newsletter!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.


Últimas notícias

Publicidade