fbpx

Paul McCartney revela qual de seus álbuns é descartável

Para surpresa dos fãs, Paul McCartney descreveu seu álbum solo de estreia, McCartney, como “descartável”. Lançado em abril de 1970, o disco marcou o início de sua carreira pós-Beatles e surpreendeu com sua simplicidade e intimidade.

A estreia do músico foi gravado em sua própria e foi um retorno às raízes e uma abordagem mais pessoal à música. Excluindo o aclamado Maybe I’m Amazed, as faixas apresentavam uma qualidade caseira e despojada, distante da produção polida dos Beatles.

Anos mais tarde, McCartney expressou que, embora o álbum fosse mais “descartável e caseiro” do que seus trabalhos anteriores, ele não estava preocupado com isso na época. Sua honestidade pós-reflexão revela a natureza experimental do projeto e sua disposição para se desviar das expectativas comerciais.

McCartney foi o precursor de uma trilogia que incluiu McCartney II e McCartney III, explorando territórios musicais variados, desde a música eletrônica até composições mais excêntricas como Temporary Secretary e Coming Up. Além disso, é constantemente citado como um dos precursores do movimento chama lo-fi, um estilo que prima pela qualidade de produção não tão caprichada.

Ouça abaixo McCartney primeiro solo de Paul MacCartney

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio DinamicoFM

Publicidade

Pré-venda LP Noturnall – Cosmic Redemption

Social Media


Assine nossa newsletter!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.


Últimas notícias