fbpx

Rita Lee mora ao lado

No mês em que faz um ano que Rita Lee partiu, a Garota FM Books lançará uma nova edição do livro Rita Lee Mora ao Lado, do também falecido Henrique Bartsch. Lançado pela Panda Books em 2006, seu autor não teve a chance de ver o sucesso da história quando ela foi adaptada para o musical “Rita Lee Mora ao Lado”, que estreou em 2014 com Mel Lisboa no papel de Rita. Henrique Bartsch, engenheiro e músico de Ribeirão Preto (SP), faleceu em 2011, deixando quatro filhos, uma guitarra e um baixo construídos por Cláudio César Dias Baptista (chamado “quarto Mutante” por ser quem criava os instrumentos usados pela banda de Rita Lee nos anos 60 e 70). A reedição é uma iniciativa de Bárbara Bartsch, filha caçula de Bart, como o autor era chamado pelos amigos e por Rita Lee.

No mesmo mês de maio, a editora também vai lançar a terceira edição do Discobiografia Mutante, livro de Chris Fuscaldo que deu origem à Garota FM Books em 2018. Premiado em 2019 com o troféu Livros Musicais no Prêmio Profissionais da Música, Discobiografia Mutante estreou em versão bilíngue e foi lançado também nos Estados Unidos e vendido em vários países do mundo, até mesmo no Japão e na Rússia. Esta edição chegará às lojas apenas com textos em português, o que tornará o livro mais acessível.

Ambos os projetos visam celebrar a vida e a obra de Rita Lee e chegam ao mercado dando oportunidade a quem não conseguiu comprá-los na época de seu lançamento.

Sobre Rita Lee Mora ao Lado

Rita Lee Mora ao Lado é uma biografia de Rita Lee narrada por uma vizinha fictícia chamada Bárbara Farniente. Apesar de se tratar de uma ficção, a própria Rainha do Rock declarou em sua Autobiografia, publicada em 2016 pela Globo Livros, que essa é a melhor biografia sobre ela.

Com a palavra, Rita Lee, que assina o texto da orelha (mantido nesta edição exatamente como foi publicado):

No auge do boom da internet, recebo um e-mail engraçado e muito bem escrito de um cara de Ribeirão Preto, Henrique Bartsch, se apresentando como fã-viúvo dos Mutas que passou a dar valor à minha carreira solo. Papo vai, papo vem, Bart, como eu o chamava, perguntou se poderia escrever uma biografia-ficção minha misturando fatos reais com o mundo de sua fantasia. Como nunca proibi biografias (salvo uma cujo português era tipo “nós vai nós vem”), dei carta branca. Meses depois, recebi uma cópia, adorei e carimbei meu aval no livro Rita Lee mora ao lado. Bart não viveu para ver seu livro virar uma peça de teatro em 2014 com sucesso de público, com Mel Lisboa interpretando a rita lee melhor do que ela mesma, só que bem mais bonita. (…) Sei que nenhum dos ex-membros dos Mamutes considera tal livro merecedor de crédito, portanto o escolho como nossa melhor biografia-lixo”.

O livro encontra-se em financiamento coletivo via CATARSE, e você pode encomendar o seu clicando neste link aqui.

Sobre a editora

Sobre a editora

A Garota FM Books é uma editora de publicações voltadas para o mercado da música criada em 2018, durante a produção do Discobiografia Mutante: Álbuns que revolucionaram a música brasileira, de Chris Fuscaldo. Depois dele, vieram: Jimmy Page no Brasil (2021), de Leandro Souto Maior; Renato, o Russo (2021), de Julliany Mucury; 1979 – O ano que ressignificou a MPB (2022), organizado por Célio Albuquerque, com 104 autores; Cantadas – Ensaios sobre 35 grandes vozes de mulheres da música brasileira (2022), de Mauro Ferreira; O Produtor da Tropicália – Manoel Barenbein e os álbuns de um movimento revolucionário (2022), de Renato Vieira; e De Tudo Se Faz Canção – 50 anos do Clube da Esquina (2022), organizado por Márcio Borges e Chris Fuscaldo. Em 2023, além de Mela Cueca – As canções de amor que o mundo esqueceu, do DJ Zé Pedro, a editora lançou A Todo Vapor – O tropicalismo segundo Gal Costa.

Texto retirados do Catarse.

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media


Assine nossa newsletter!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.


Últimas notícias

Publicidade