fbpx

Bono explica por que o Coldplay “não é uma banda de rock”

O vocalista do U2, Bono, revelou sua paixão pelo Coldplay, destacando “Clocks” como sua faixa favorita da banda. Em uma recente entrevista para a Far Out Magazine, ele explicou por que acredita que o Coldplay transcende os limites do rock tradicional.

Nos últimos 25 anos, o Coldplay tem dominado as paradas britânicas, vendendo mais de 100 milhões de discos globalmente. Sua quinta aparição no Pyramid Stage do Festival de Glastonbury está prestes a acontecer, consolidando ainda mais sua posição como uma das bandas mais emblemáticas da atualidade.

Na nova série da BBC Sounds, “Music Uncovered: The Genius Of Coldplay”, Bono compartilha seus insights sobre a banda ao lado de outros convidados ilustres. O programa mergulha na ascensão meteórica do Coldplay e seu impacto na cena musical. (N. do E.: Regis Tadeu não gostou disso).

Ao ser questionado sobre sua música favorita do Coldplay, Bono não hesitou em escolher “Clocks”. Ele descreve a faixa como uma presença marcante que ressoa através do tempo, transcendendo as limitações do gênero rock. Para Bono, o Coldplay representa algo mais profundo, comparável aos Isley Brothers em sua singularidade.

Em uma carta aberta à banda em seu aniversário de 60 anos, Bono expressou sua admiração pela profundidade de suas composições. Ele elogiou “Clocks” por sua habilidade de capturar momentos e emoções, destacando sua importância em sua própria vida.

Ao compartilhar sua playlist de 60 músicas favoritas, Bono incluiu “Clocks” como uma das seleções principais. Ele reconheceu o impacto significativo que o Coldplay teve em sua jornada pessoal, descrevendo a banda como indescritivelmente incrível.

Bono também comentou sobre outras faixas notáveis do Coldplay, reconhecendo sua diversidade e profundidade. De “Yellow” a “Viva La Vida”, ele elogiou a banda por sua habilidade de contar histórias e evocar emoções.

Bono enfatizou que o Coldplay não deve ser limitado pelas convenções do rock. Ele destacou a natureza única de sua música, que vai além das expectativas tradicionais do gênero. Para Bono, o Coldplay representa uma jornada emocional e artística que ressoa com públicos de todos os estilos musicais.

Em sua análise, ele comparou a influência do Coldplay ao fluxo de um rio, uma força que transcende as barreiras da rocha sólida. Sua música, especialmente “Clocks”, revela uma profundidade e originalidade que vai além das definições convencionais do rock.

E você, concorda com esta análise?

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media


Assine nossa newsletter!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.


Últimas notícias

Publicidade