fbpx

Linkin Park anuncia música inédita “Friendly Fire” com Chester Bennington

O Linkin Park divulgou um trecho dessa faixa com inspiração synthpop em suas redes sociais, informando que a música foi retirada das sessões de gravação de seu último álbum, One More Light, lançado apenas dois meses antes do falecimento de Bennington por suicídio em 2017.

O trecho, que parece ser o refrão, apresenta os versos: “We’re falling apart for no reason/We’re pulling the trigger in a useless war/If we go back and go into the black/What are we fighting for?/What are we fighting?/It’s just friendly fire.”

A data de lançamento da faixa ainda não foi confirmada.

A existência de Friendly Fire foi mencionada pela primeira vez por Shinoda em 2020. “Mixamos mais [músicas] do que [as que estão] no álbum final e mixamos algumas [outras] apenas para ver se alguma delas seria selecionada ou algo assim. [Ou] se poderíamos usá-la como um lado B, e era Friendly Fire“, disse ele (via AltPress).

Após compartilhar que a música foi coescrita por Jon Green, colaborador de One More Light, Shinoda acrescentou: “Ainda amo essa música. Está disponível em algum lugar? Lançamos ‘Friendly Fire’ em algum momento? Não lançamos, né?”

Os fãs pediram a Shinoda para disponibilizar a música inédita, ao que ele respondeu: “Literalmente, você terá que esperar anos para ouvir essa música.”

Em uma entrevista à NME em novembro, Shinoda comentou sobre o futuro do Linkin Park, confirmando que não há “nada planejado no momento”.

“Eu sempre digo às pessoas que, quando houver notícias, eu as darei. Estamos fazendo isso há um tempo e acho que nossa expectativa para o que é uma reedição apropriada é meio alta.

“Não gosto muito de lançar coisas como maiores sucessos ou remasterizações do que já fizemos, [então] se fôssemos fazer uma reedição de um de nossos álbuns do Linkin Park, queremos que seja algo grande. Se não pudermos fazê-lo com qualidade, então não faremos. Se não for ótimo, acho que não devemos fazer.”

No mês passado, Shinoda também admitiu que desejava sucesso para o Linkin Park “sem ser reconhecível”.

“A fama nunca foi uma prioridade. Mas aconteceu”, escreveu Shinoda em um artigo para o The Guardian, antes de afirmar que ele e Chester Bennington não queriam ser vistos como os rostos do Linkin Park.

“Se dependesse do fotógrafo, seria apenas Chester, ou eu e Chester, mas queríamos que as pessoas soubessem que essa banda era todos nós, não apenas os cantores na frente”, acrescentou. “O fato de o Linkin Park ser conhecido e bem considerado foi uma bênção, mas eu teria desejado que a banda fosse bem-sucedida sem ser reconhecível? Provavelmente. O aspecto da fama na minha carreira sempre pareceu estranho.”

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media


Assine nossa newsletter!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.


Últimas notícias

Publicidade