fbpx

Suede apagando as luzes de 2023 com Autofiction, um álbum de… 2022

O nono trabalho de estúdio de Brett Anderson e sua trupe, o Suede, foi lançado em setembro de 2022 tendo sido este o quarto álbum da banda em pouco mais de uma década, após o retorno aos palcos em 2010.

Enquadrados muito mais por uma questão temporal dentro do britpop, fato é que a banda nunca deixou de lado sua inclinação glam se distanciando em sonoridade dos demais grupos do movimento.

A pandemia do COVID-19, acabou sendo deixada de lado a ideia inicial da banda de gravar um álbum de inéditas ao vivo, tocando em pequenos clubes. Foi então tomada a decisão de tentar replicar tal atmosfera em estúdio, com um mínimo de overdubs e trucagens, e ainda trazer pontualmente a bem-vinda participação de músicos adicionais tocando trompa e cordas, trazendo um ar de trilha sonora e dramaticidade ao álbum.

Agora, em Dezembro de 2023, pouco mais de um ano após o lançamento de Autofiction, o Suede lança nos streamings e lojas a versão expanded do álbum. 

Além da versão regular lançada em 2022, a expanded traz um segundo disco com extras e raridades e ainda, um terceiro com faixas ao vivo.

Créditos: Dean Chalkley

Sem dúvidas o grande destaque do segundo disco é a faixa divulgada como single desta nova  versão, The Sadness In You, The Sadness In Me. Guiada por baixo, bateria e um bem-vindo sintetizador fazendo a cama, fica a dúvida da razão dela não ter entrado no álbum, dada a aura de single que a canção traz.

Já o disco ao vivo replica todas as 11 faixas regulares de Autofiction, gravadas durante a turnê que a banda fez em março de 2023, comemorando os 30 anos de lançamento do primeiro álbum. As faixas foram registradas em localidades diferentes do Reino Unido e mostra o potencial que estava represado na ideia inicial de se gravar as faixas ao vivo.

Ainda que ao vivo a voz de Brett Anderson falhe em alguns agudos como na excelente Personality Disorder, a performance da banda, muito próxima do público (a turnê aconteceu em clubes no máximo médios) deixa tudo mais orgânico, soando mais natural do que o último álbum ao vivo, Dog Man Star.

Outros grandes destaques são She Still Leads Me On que poderia ter sido faixa de abertura da turnê, mas foi tocada mais pra metade do setlist, The Boy On The Stage, glam até o limite e o encerramento com Turn Off Your Brain And Yell que foi a faixa de abertura da turnê, mais uma vez guiada por baixo e bateria, com o sintetizador presente em toda a faixa trazendo com seu refrão um momento de catarse dentro da audição.

O Suede sairá em turnê em 2024 pelo Reino Unido, com o também excelente Manic Street Preachers. Resta acompanhar pelas redes para saber qual será a abordagem do setlist, e quais músicas deste excelente Autofiction ficarão nele.

É… pelas redes já que uma turnê seja de qualquer uma das bandas separadas ou ainda, juntas por aqui, nos parece um sonho, muito distante.

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media


Assine nossa newsletter!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.


Últimas notícias

Publicidade